fbpx

Agente sepultador do cemitério da Vila Formosa, zona leste da cidade, nota o aumento de enterro de pessoas das periferias vítimas da Covid-19

Texto / Pedro Borges I Edição / Simone Freire I Foto / Pedro Borges

“Eu sou da Cidade Tiradentes, da periferia. Nós pedimos para todo mundo das periferias para tomar cuidado”, diz James Alan, agente sepultador do cemitério da Vila Formosa, Zona Leste (SP). Ele afirmou que a maior parte das pessoas enterradas por Covid-19, o novo coronavírus, são das periferias da cidade, dado que tende a aumentar nas próximas semanas.

O cemitério da Vila Formosa, o maior da América Latina, tem recebido a maior parte das vítimas de Covid-19 na cidade de São Paulo. O local tinha uma rotina média de 30 enterros por dia, número que saltou para 60 desde o início da pandemia.

Em entrevista ao Alma Preta, o agente sepultador contou sobre o aumento do volume de trabalho, com mais enterros por dia, a necessidade de maior abertura de covas, que chegou a 300 em alguns dias com a ajuda de retroescavadeira, entre outros temas relacionados à pandemia.

Confira a entrevista e o vídeo

 O povo preto quer narrar suas histórias

Vivemos em um mundo de disputa. Nossa sociedade tem profundas marcas das desigualdades que foram desenhadas ao longo da história. Na atualidade parece que há espaço para debate, a tão falada representatividade está sobre a mesa.
Mas o povo preto quer mais. Queremos narrar nossas próprias histórias. Queremos ter direito de fala não somente quando essa é concedida. Somos múltiplos, somos muitos e plurais. A ótica de ser preto no Brasil se revela como um espectro, tamanha a diversidade dos povos ancestrais que nos originaram, e a variedade de experiências que podemos ter e ser. Pertencer. O que nos conecta é pele.

Apoie o Alma Preta e nos ajude a continuar contando todas essas histórias.

Vamos fazer jornalismo na raça!

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com