fbpx

Poeta planeja o lançamento de um EP para 2020 e mais poesias casadas com musicalidade

Texto / Pedro Borges I Foto / Pedro Borges

“Preciso te ver de novo” é o nome da nova música do poeta Akins Kintê, publicada hoje em mais de 50 plataformas virtuais. A obra, com a participação vocal de Fernanda Coimbra, tem um estilo samba-soul, com a mistura de arranjos de trompetes e instrumentos de percussão.

A obra “Preciso te ver de novo” aborda o tema da afetividade dentro do contexto da comunidade negra.

“Esse personagem tromba uma preta e tem esse medo de se apaixonar por conta de várias fitas, mas é necessário rever a pessoa amada antes do carnaval. A letra é isso e eu acho que essa segunda parte com a Fernanda Coimbra ficou muito legal, porque vai falar do lance dessa troca, das duas poesias se encontrando”.

Durante o enredo, Akins Kintê e Fernanda Coimbra anunciam encontros em locais simbólicos, como a escola de samba Unidos do Peruche e o Sarau do Binho.

“A gente cita o Peruche, porque a minha família e o meu povo cola muito no Peruche, a Malu Monteiro, fotógrafa, o Alexandre, Barbeiro. O pessoal tem uma referência de desfilar na Peruche e vamos lá direto. É uma referência de negritude, de vida, um role que a gente gosta para rever os amigos e paquerar. Na zona norte a gente respira samba”.

O compositor da obra contou com a parceria de Felipe Gomes na produção da música e Agrício Costa, responsável pela melodia de “Preciso te ver de novo”.

“O Agricio Costa é muito bom para pensar melodia. Quando eu mostrei para ele, ele já veio na melodia linda. E ai o Felipe Gomes, da Aláfia, produziu a instrumental em cima da ideia. Eu adorei esse trompete que tem na letra. Então foi um processo assim, eu fiz a letra, o Agrício Costa colocou a melodia, o Felipe entendeu as ideias e fez o instrumental”, conta.

O poeta e músico Akins Kintê prepara produções com esse perfil para 2020, com poemas e letras carregados de musicalidade e com a mistura de gêneros, caso do samba e do soul. Apesar do anúncio de mudanças, o artista promete manter a sua identidade poética.

“O que eu preparo para o público é mais melodia. Eu estou buscando mais musicalidade na poesia e assim ser possível tocar nos bailes. Estou pensando em colocar mais música e acho que o público vai curtir mais. O público pode aguardar mais diversão, mais alegria e sem perder o lance nosso da negritude”, conclui.

Serviço

Escute a nova música de Akins Kintê aqui

bannerhorizontal

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com