O encontro reúne diferentes coletivos de comunicação de todo o país, dispostos a discutir quais são as demandas e as dificuldades dos grupos de mídia das periferias do Brasil.

Texto / Divulgação
Imagem / Espocc Maré/Flickr

De 12 a 15 de outubro de 2017, diversos coletivos de comunicação de São Paulo participam do 1º Encontro Nacional de Comunicação das Periferias na Favela da Maré, no Rio de Janeiro, junto com ativistas de 18 estados da Federação. Várias etnias, gêneros, visões de mundo e realidades distintas estarão representadas para discutir, juntas, possibilidades e estratégias de ampliar suas ações e superar interdições, controles, explorações e desigualdades na área da comunicação e do direito à informação.

Os grupos e pessoas foram selecionados e convidados a participar a partir de uma pesquisa feita em todo o país entre representantes de meios da comunicação que trabalham para constituir cidades de direitos. Para tanto, foi constituído um GT nacional com integrantes da Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. O resultado é uma fotografia democrática e próxima da realidade brasileira, como comprova o perfil dos participantes: 50% de mulheres e homens; 54% de negras e negros.

Neste encontro da diversidade, as pessoas serão artesãs/ãos de todo o processo. Do início ao fim, o processo será guiado por quem constrói na vida, na prática, as ações. Os debates vão partir de insumos do que já existe de potência nas periferias e ampliar para saltos mais amplos, visando à democratização da comunicação em todos os seus aspectos e dimensões.

“O 1º Encontro Nacional de Comunicação das Periferias será uma alquimia da práxis, com convivência, debates históricos, teóricos, políticos e de repertórios acumulados. Com certeza, sairemos mais fortes do que quando chegamos”, afirma Eduardo Alves, Membro do GT do Encontro e da Direção do Observatório de Favelas.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Onde Estamos

Endereços e Contatos
18-80. Jd Nasralla - Cep: 17012-140
Bauru - São Paulo
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos